Notícias

23/07/2014

Até R$20 mil por informações sobre assassinato de médico.

As informações sobre o assassinato do médico Artur Eugênio de Azevedo Pereira agora valem até R$20 mil. O novo valor está sendo oferecido pelo Disque-Denúncia Pernambuco, na tentativa de auxiliar as investigações sobre o caso. Atualmente, a polícia está à procura de Flávio Braz de Souza, suspeito de ser um dos executores do crime. O aumento no valor oferecido pela ONG é proveniente de doação realizada nesta terça-feira.

Cartazes com a foto do suspeito serão distribuídos por todo o Estado. "Trabalhamos em parceria constante com a Polícia. Hoje, recebemos uma doação privada para elevar o valor da recompensa, e acreditamos que este seja um incentivo a mais para levar à localização suspeito, que está foragido", explica a superintendente do Disque-Denúncia Pernambuco, Carmela Galindo. Até o momento, já foram recebidas 22 denúncias sobre o caso.

A vítima foi encontrada morta a tiros às margens da BR-101 Sul, na manhã do dia 13 de maio, no bairro de Comporta, em Jaboatão dos Guararapes. O corpo foi encontrado com quatro marcas de bala: três nas costas e uma na cabeça. Já o carro do médico foi encontrado incinerado no bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife.

Em junho, o médico Cláudio Amaro Gomes, 57 anos, e o filho, Cláudio Amaro Gomes Júnior, 32, foram presos suspeitos de mandar matar Artur Eugênio. No início deste mês, a Polícia Civil realizou a prisão de Lyferson Barbosa da Silva, acusado de participar do crime como executor. Atualmente, apenas Flávio Braz de Souza está foragido.

Quem tiver informações sobre o caso pode telefonar para 3421-9595, na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Norte, ou (81) 3719-4545, no interior do Estado. Também é possível repassar informações através do site da central www.disquedenunciape.com.br, que permite o envio de fotos e vídeos. O serviço funciona durante 24h, todos os dias da semana. O anonimato é garantido.


Notícias Anteriores: